Músicos da Banda Sinfônica Municipal no Festival de Inverno de Campos do Jordão

Três integrantes da Banda Sinfônica Municipal participam nos dias 16 e 17 de julho do 48º Festival de Inverno de Campos do Jordão- SP, considerado o maior evento do gênero da América Latina.

Bruno Celso Aguiar de Paula, Victor Atánazio Pires e Michael José Augusto foram selecionados entre centenas candidatos de todo Brasil, após a análise de seus materiais enviados para o festival. A partir de segunda-feira (10) todos começam a participar de cursos ministrados por professores renomados e nos dias 16 e 17 de julho farão parte de apresentações durante a programação do evento.

As apresentações acontecerão em Campos do Jordão e na Sala São Paulo, em São Paulo, uma extensão do Festival. Todos se disseram surpresos e felizes por terem sido selecionados. Bruno Celso, 25, é trombonista, faz parte da Orquestra Municipal há 12 anos, e diz ter sido influenciado pelo avô músico, o “seu” Paulo.

Victor,18, trompetista, há 9 anos na Banda, foi influenciado pelo irmão Felipe, que também já passou pela corporação . E Michel José Augusto, 21 anos, trombonista, está na Orquestra há 7 anos.

Os três músicos são regidos pelo maestro André de Souza Pinto, na Banda Sinfônica Municipal, da qual participa há 16 anos, à princípio como bolsita, posteriormente professor e atualmente como regente. Ele sabe bem explicar a sensação vivenciada por Bruno, Victor e Michael, por também já ter sido selecionado em outras oportunidades. Para o regente é uma das chances mais ricas que um músico pode ter.

O Festival

O 48º Festival de Inverno de Campos do Jordão, que segue até 30 de julho, promove uma intensa programação pedagógica e artística, com apresentações nos palcos da cidade de Campos do Jordão (Auditório Claudio Santoro, Praça do Capivari, Capela do Palácio Boa Vista e Igreja de Santa Terezinha), e na capital paulista (Sala São Paulo e Sala do Coro).

Maior evento de música clássica do país, o Festival traz ao público mais de 80 concertos sinfônicos e de câmara – a maioria gratuitos –, com a participação de prestigiados artistas nacionais e internacionais, além dos grupos do Festival, formados pelos bolsistas – a Orquestra do Festival, a Camerata do Festival e o Grupo de Música Antiga do Festival –, além das apresentações de câmara com professores e alunos.

O destaque principal é a Orquestra do Festival, que faz dois programas diferentes, com dois concertos cada um. Durante o Festival são disponibilizadas vagas para 205 bolsistas no núcleo pedagógico (Sala São Paulo).

Mais pelo Vivendo Bauru.