Na sessão da Câmara, nova proposta para a FUNDAÇÃO DE SAÚDE

Os vereadores de Bauru se reúnem nesta segunda-feira (20/03) para mais uma sessão da Câmara Municipal. Na pauta de votação, consta o projeto do prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD), que visa a celebração de convênio entre a Secretaria Municipal de Saúde e a Fundação Estatal Regional de Saúde (Processo 40/17).

Fonte: Rádio Auri VerdeO objetivo da proposta é autorizar a contração de médicos, por meio da entidade, para a UPA Geisel/Redentor. O modelo já é adotado nas unidades do Bela Vista e Ipiranga.

A novidade fica por conta da inclusão de pediatras no convenio pleiteado pelo Poder Executivo.

Há déficit de nove especialistas na rede de urgência do município e mais seis estão prestes a se aposentar.

Por essa razão, o governo pretende, com a ajuda da Fundação, descentralizar a oferta de pediatras, hoje concentrada no Pronto Atendimento Infantil (PAI).

O impacto financeiro do projeto será de R$ 5,5 milhões ao ano, mas parte dessa despesa já existe hoje por meio da contratação de plantões extras cumpridos por médicos da rede municipal, segundo a administração municipal.

Outro projeto na pauta, também de autoria do Poder Executivo, altera regras sobre o transporte, armazenamento e comercialização de GLP – Gás Liquefeito de Petróleo (Processo 28/17).

Os vereadores devem votar ainda projeto de Resolução, da Mesa da Casa, que autoriza a doação de diversos bens da Câmara Municipal à Prefeitura de Bauru (Processo 31/17).

Veto

Em Discussão Única, consta na pauta o veto do prefeito ao texto aprovado pelo Legislativo, no dia 21 de fevereiro de 2017, que aplica as mesmas regras da Lei da Ficha Limpa para a indicação de membros de conselhos municipais pelo Executivo.

Em seu veto, Clodoaldo Gazzetta aponta vício de iniciativa na propositura da matéria, de autoria do ex-vereador Paulo Eduardo de Souza.