Secretaria da Educação apresenta Projeto Cidadania em Ação na Câmara Municipal

A Secretária da Educação, Isabel Miziara, apresentou nesta segunda-feira, dia 04, na Câmara Municipal, o projeto “Cidadania em Ação”, que será realizado pelos alunos integrantes do grêmio estudantil da EMEF Cônego Aníbal Difrância, em parceria com o JC na Escola, Unesp e a Câmara Municipal de Bauru. A implantação nas demais escolas do Sistema Municipal de Ensino deverá ocorrer no próximo ano letivo, após análise e ajustes necessários neste projeto piloto.

O projeto visa promover a prática da cidadania pela aproximação entre alunos e os representantes políticos da cidade, mais especificamente dos vereadores, por meio de acompanhamento das propostas apresentadas, visitas às sessões da Câmara Municipal, visita dos vereadores à escola e pesquisa sobre as problemáticas do bairro na visão dos estudantes.

As ações têm como objetivo estimular a participação política dos alunos, propiciando-lhes o conhecimento e a reflexão sobre o papel do poder legislativo municipal, além de contribuir para a formação de cidadãos conscientes de seus direitos e deveres, e capazes de compreender, inovar e transformar o contexto social no qual estão inseridos.

Isabel Miziara explicou que o projeto pretende aproximar mais os jovens estudantes do cenário político municipal. “Queremos aproximar os jovens dos políticos, quebrando alguns paradigmas, para que percebam que as ações que eles têm na escola também têm efetividade política, uma vez que eles já fazem parte de grêmios estudantis. Eles vão aprender que a Câmara Municipal é uma casa de lei, aberta à população, formada por representantes do povo que estão ali para atender e buscar soluções para as demandas dos bairros da cidade.”

Etapas do projeto
O projeto, elaborado pela Secretaria Municipal da Educação e Jornal da Cidade, foi apresentado para anuência do prefeito Clodoaldo Gazzetta e do presidente da Câmara Municipal, Sandro Bussola.

Após aprovação da Câmara, o projeto seguirá um cronograma de ações ainda no segundo semestre deste ano, iniciando com a realização de uma pesquisa junto ao cartório eleitoral na região em que a escola está localizada, para levantamento dos vereadores mais votados. A partir de então, as ações propostas serão:

– programar encontros semanais com o grêmio estudantil de maneira a explicar e estimular a participação dos alunos e tirar possíveis dúvidas sobre o desenvolvimento do projeto;
– pesquisar junto ao vereador e/ou assessores, bem como no endereço eletrônico da Câmara Municipal, as propostas firmadas pelos vereadores; acompanhar as iniciativas dos vereadores no endereço eletrônico da Câmara Municipal;
– realizar levantamento das demandas do bairro onde a escola está localizada;
– pesquisar, junto aos eleitores do bairro, quais os motivos que os levaram a escolher seus vereadores;
– realizar reunião com os vereadores e convidá-los para visitar a unidade escolar;
– realizar avaliação final do projeto no mês de dezembro de 2017, com o intuito de aprimorar o projeto para os anos seguintes, com possibilidade de aumento de escolas e alunos.

Cidadania em Ação e a Gestão Democrática
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9394/96) recomenda que a participação dos alunos nos conselhos escolares e a formação dos grêmios estudantis constituem espaços potenciais de educação para a democracia. Portanto, a iniciativa de envolver o grêmio no projeto “Cidadania em Ação” está aliada ao processo de gestão democrática, bem como à perspectiva de contemplar e exercer a educação para uma cidadania ativa.