Produtores rurais em curso sobre produção de bambu em Tatuí

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento (Sagra) levou 20 produtores rurais e assentados de Bauru para participar do curso “Cultivo e transformação do bambu como alternativa sustentável para geração de renda na Agricultura Familiar”, nesta terça-feira, dia 25, na cidade de Tatuí.

O curso é realizado pelo Centro de Capacitação Tecnológica – CCT Bambu, financiado pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Representaram a Sagra na visita o engenheiro agrônomo Jorge Luiz Abranches, diretor da Divisão Técnica, e Mário Jorge Abade, fiscal da secretaria. O curso foi voltado à prática de produção de mudas, manejo da cultura, correção e adubação de solo.

“A fazenda em que o curso foi realizado conta com mais de 70 espécies de bambu, para ornamentação, construção e alimentação, sendo a segunda maior coleção da América Latina. Os produtores e assentados puderam ter contato com essa variedade, fundamental para quem deseja trabalhar com a cadeia produtiva do bambu e os diferentes métodos de propagação”, explicou Jorge Abranches.

Em março, professores da Unesp de Itapeva estiveram em Bauru realizando oficinas e palestras sobre as potencialidades do bambu para produtores rurais e assentados do Horto Aimorés.

Projeto Bambu pela TV Unesp

A propósito do assunto, o programa Artefato dessa semana visita o Projeto Bambu Taquara da UNESP de Bauru! Incentivando a vivência fora de sala de aula e fazendo uso da criatividade, alunos e pesquisadores utilizam o bambu como matéria-prima para diversas finalidades, como artesanatos, utilitários e até mesmo mobiliários! Um trabalho sustentável, vinculado à comunidade, que vale a pena conferir!

Mais pelo Vivendo Bauru.