Lobo Guará: zoológico de Bauru reproduz espécie ameaçada do cerrado

O Zoológico Municipal de Bauru anunciou nesta segunda-feira (24) o nascimento de dois filhotes de Lobo Guará (Chrysocyon brachyurus), maior canídeo sul americano e espécie típica do cerrado que já se encontra em extinção.
De acordo com Luiz Pires, diretor do Zoo, os mais novos moradores nasceram no início desse mês e estão sob cuidados de sua mãe, uma loba que chegou a menos de três anos vinda do Zoológico de Salvador-BA, e também do pai, um mineirinho vindo do Criadouro de Araxá -MG.

Para garantir sossego total para a mãe e filhotes, o alojamento teve interditada provisoriamente sua área destinada à contemplação, uma vez que a luta para a conservação dessa espécie é muito grande e é preciso prevenção para que tudo ocorra bem durante essa fase de dependência dos filhotes com a mãe.

No início do mês, por duas semanas todos puderam acompanhar os momentos angustiantes da equipe do Zoo/Bauru na tentativa de dar sobrevida a um Lobo que havia sido atropelado na região. Após todo o cuidado no resgate e primeiros socorros, infelizmente ele não resistiu às múltiplas fraturas e colapso renal, vindo a óbito.

“Neste final de semana, mais um Lobo perdeu a vida, também atropelado em nossa região. Agora estamos aqui para dar essa notícia muito legal, em um momento que a fauna brasileira sofre tanto com os atropelamentos. Torna-se cada vez mais importante a reprodução das espécies sob cuidados humanos e o Zoo/Bauru está dando a sua contribuição”, finaliza Pires.

Mais pelo Vivendo Bauru.