Maria Gadú faz show em Bauru

Maria Gadú vem para show no SAGAE EVENTOS, denominado “Guela”, pelo qual esbanja categoria musical.

ilhabela.sp.gov.br

Nessa sexta-feira (10) Maria Gadú chega a Bauru para o espetáculo a se realizar no Sagae Eventos.

A cantora paulistana volta à cidade em busca de uma segunda chance.  Ao Jornal da Cidade disse: “É que ficamos na luta pra comer o tão famoso bauru e não conseguimos! Estamos voltando pra conseguir”. Os fãs bauruenses têm algumas horas para atualizar a pesquisa gastronômica e orientar a artista e sua equipe no caminho certo. Uma troca, pois enquanto ela saboreia o autêntico Bauru, de sobra nos brinda com seu talento musical, embora a pouca idade, descoberta tão cedo por Caetano Veloso, que partilhou com a cantora um trabalho de cd e dvd.

Mas sua memória memória recente sobre o que foi a apresentação do ano passado é das melhores: “A lembrança é boa demais! Nos divertimos muito no show. Público animado e entregue”.

Sua pouca idade faz com que mergulhe sobre plateias, quando vê características específicas especialmente no interior (é de São Paulo – capital). “A alegria! E o público é bem mesclado de idades. Isso traz um colorido diferente pro show”, diz. “Acho linda a ideia de sair de casa para assistir um espetáculo em família, mães, avós e filhos juntos, ali curtindo música”.

Na sequência de Bauru, Gadú inicia tour pelos EUA: “Dia 31 em NY, dia 1 em Boston e 2 em Miami”. Era o que faltava na agenda. “Guelã”, nome de seu terceiro disco (2015) e também o fio condutor da turnê que rendeu DVD em 2016, já passou por capitais da América do Sul, Europa e África.

Do alto de seus 30 anos e intérprete de inegável intensidade, Gadú chega com seu violão, seu vozeirão e um raro retrospecto para uma carreira que, em disco, começou só em 2009: teve indicações ao Grammy Latino, dividiu estúdio com o ícone da música norte-americana Tonny Benett, engatou uma parceria de sucesso com Caetano Veloso, outra com Milton Nascimento…

“‘Guelã’ é mutação. O registro serve pra explicitar o quanto poderei mudar hoje e amanhã”, teoriza, à vontade, em seu material de divulgação.

Sobre estar no palco em lugares tão diferentes, a autora do hit zen “Shimbalaiê” se derrama: “Você sai pelo mundo, pelo Brasil com seus amigos. Tudo é motivo pra ficar junto, pra dar risada, pra chorar, pra ficar vivo. E tudo o que você imagina vai se moldando pra os lugares que você chega. A energia que rola no lugar, pra necessidade no ar do lugar. Essa parte é a mais legal”.

SERVIÇO

Maria Gadú (show “Guelã” ao vivo): 10/3, sexta-feira, no Sagae, com abertura dos portões às 20h30. Ingressos a partir de R$ 30. http://www.tkingressos.com.br e pontos de venda espalhados pela cidade.

Por certo Shimbalaiê não faltará no espetáculo – seu maior sucesso.

Vai o full hd de seu último trabalho:

Disco “Guelã” lançado em 2015 foi nomeado ao Grammy Latino como Melhor Álbum de MPB.

Você sabia?

Mayra Corrêa (nome de batismo) nasceu em 12 de maio de 1986, em São Paulo. Sua “praia”: lirismo e a experimentação, o que fica mais evidente no terceiro álbum, “Guelã”. No fim do ano passado, a obra virou DVD “encorpado” por inspiradas parcerias.

Discos, etc…

CD Maria Gadú – 2009

CD e DVD Multishow Ao Vivo – 2010

CD e DVD Maria Gadú e Caetano Veloso – Multishow Ao Vivo – 2011

CD Mais Uma Página – 2011

CD Nós – 2013 (compilação)

CD Guelã – 2015

CD e DVD Guelã ao Vivo – 2016

Principais prêmios:

Duas nomeações ao Grammy Latino álbum “Maria Gadú” – 2009

Vencedora do Prêmio Multishow Melhor Álbum – 2010

Nomeação ao Grammy Latino álbum “Multishow Ao Vivo Caetano Veloso e Maria Gadú” – 2011

Uma nomeação ao Grammy Latino música “Extranjero” – 2012

Inúmeras nomeações ao Prêmio Multishow entre 2010 e 2013

(*) O show “Guelã”, do terceiro álbum, fecha uma etapa de sua carreira, significa mutação e explicita o quanto a cantora pode mudar hoje e amanhã.

“Guelã ao vivo é composto por um show, realizado em São Paulo, minha terra natal, um documentário sobre o processo criativo que intitulamos ‘a terceira asa’ e um videoclipe da canção ‘trovoa’. A ideia e concepção das formas e cores foram dirigidas por mim e lua desde o início, quando ainda em nossa casa arquitetávamos esse voo. Lua veio, ao longo de quatro anos, registrando informalmente nosso dia a dia e resolvemos compilar essas imagens para contar a história do álbum e do show”, explica a cantora.

Dona do sucesso “Shimbalaiê”, seu primeiro álbum, de 2009, vendeu mais de 200 mil cópias. Além disso, recebeu disco de platina, foi indicada duas vezes ao Grammy Latino e chegou a gravar um DVD com o ídolo e ícone da música popular brasileira, Caetano Veloso. “Shimbalaiê”, “Linda Rosa”, “Bela Flor” e “A História de Lily Braun” são apenas algumas das músicas de Gadú que ganharam destaque em trilhas sonoras de novelas.

Os convites já estão à venda. Para mais informações, acesse: www.facebook.com/VTproducoeseeventos

(*) E não deixe de ver completa entrevista com Maria Gadú onde aborda aspectos de sua vida pessoal, amorosa e até artística. Clique aqui.