Faculdade de Medicina: vestibular será aberto em agosto

Conforme informações obtidas junto a USP, serão 60 vagas para o primeiro ano de funcionamento do curso de medicina em Bauru, em 2018, com previsão de chegar a 100 alunos por turma em 2022;

As inscrições para o vestibular da Fuvest, que, que passará a incluir o curso de Medicina do câmpus da USP de Bauru, começam em pouco mais de um mês (agosto). O prazo vai de de 21 de agosto a 11 de setembro deste ano, a quem queira confirmar a participação no processo seletivo.

A primeira fase do exame será realizada em 26 de novembro e a segunda fase, entre 7 e 9 de janeiro de 2018.

Para esta primeira turma serão abertas 60 vagas para o primeiro ano de funcionamento do curso, sendo 42 definidas pela Fuvest e 18 pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A intenção é ampliar o número gradativamente, até chegar a um total de 100 alunos por turma a partir de 2022.

O curso começará em 2018 e contará, inicialmente, com 46 professores e profissionais não-docentes, entre médicos e enfermeiros. A faculdade terá vínculo à Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB),

Dez professores serão contratados para 2.018 e as demais vagas devem ser supridas com o apoio de funcionários do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC), o Centrinho, e de professores da FOB e dos cursos de Medicina mantidos pela USP em São Paulo e Ribeirão Preto.

A Diretora da FOB e superintendente do Centrinho, Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado explica que, para transformar o curso em realidade, os recursos iniciais serão mínimos.

“Utilizaremos a estrutura que já temos na FOB e no Centrinho. Neste primeiro momento, a USP em Bauru está suficientemente equipada para receber os alunos. E temos convênio formal com os hospitais da cidade, fora a rede de atendimento do município. Há uma sinergia onde o aluno estará inserido”, frisa.

Vemos na foto (de divulgação) comemorativa da conquista, Gilberto Carlotti, pró-reitor de pós-graduação; Raul Machado, superintendente da Aucani; Carlos Santos, vice-diretor da FOB; Vahan Agopyan, vice-reitor; Maria Ap. Machado; José dos Santos, Medicina de Ribeirão; reitor Zago; e José Lauris, prefeito do câmpus.

Mais pelo Vivendo Bauru.