Exposições “Voz Travestida” e ”Ascensão” seguem abertas à visitação

A exposição “Voz Travestida”, dos fotógrafos Francine Esqueda e Marcos Leandro, continua aberta ao público até a próxima terça-feira, dia 31, no Museu Histórico Municipal, localizado na Rua Rio Branco, 3-21.

A mostra visa celebrar a igualdade e dar voz aos travestis e “drag queens” da cidade, que muitas vezes são silenciados e excluídos pela sociedade. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h.

“Voz Transvestida” integrou a programação da Semana Nacional dos Museus, realizada entre 15 e 21/05, que nesse ano explorou o tema “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”. A partir do tema proposto pelo IBRAM para a 15ª Semana Nacional dos Museus, o Museu Histórico Municipal de Bauru buscou identificar os seus “silêncios”, ou seja, aquilo que não foi dito durante a sua existência enquanto instituição de salva guarda da memória da cidade.

Ascensão está exposta na Casa Ponce e é composta de 21 obras da artista plástica Marly Jacob Hessel, em sua maioria com trabalhos figurativos, com uso da técnica da pintura acrílica sobre tela, que tratam do sincretismo religioso e sua ligação com a diversidade das origens culturais. Segundo a artista “a inspiração dessa série de telas vem da necessidade urgente da alma humana em encontrar o seu sagrado”.

Marly é de origem judia, nascida em Tatuí, mas ao longo da vida, devido as circunstâncias, tem residido e viajado por vários lugares e em cada um deles observou e absorveu um pouco de cada cultura, costumes, sons, paisagens. Sendo assim, os temas dos quadros coloridos da artista são basicamente a ingenuidade dos ambientes infantis, a alegria dos artistas, a força da rotina dos trabalhadores anônimos e a espiritualidade como o grande eixo da raça humana.

A Exposição Ascensão segue aberta ao público na Casa Ponce, na Rua Antonio Alves 9-10, até o dia 12/06, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h30.

A entrada é gratuita para visitação de ambas as exposições.

Mais pelo Vivendo Bauru.