Daniela Mercury em Bauru na Virada Cultural Paulista

Nos próximos dias 20 e 21 (um final de semana), teremos a segunda exibição como parte da Virada Cultural, que tem como atração máxima a cantora Daniela Mercury. Apresentações se darão no Vitória Régia.

No dia 20 teremos apresentação de: Luciana Pires, Grupo Protótipo e Mariana Nolasco.

No dia 21, quem abre as apresentações é a dupla Léo e Júnior, vindo a seguir Fernanda Strombeck, depois o grupo Maglore, todos criando o clima para a grande apresentação da cantora baiana Daniela Mercury.

O que é a Virada Cultural Paulista

22 cidades participam da Virada Cultural Paulista 2017, que este ano acontece nos municípios de Assis, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Registro e Guarulhos; Araraquara, Bauru, Ilha Solteira, Limeira, Mogi das Cruzes e Santa Bárbara D’Oeste, entre outras. Daniela Mercury (foto) e outros artistas são alguns renomados cantores que confirmaram presença.

Foto de reprodução do Blog do Ribeiro. Evento de 2.016.“A Virada Cultural Paulista terá, neste ano, a diversificação de linguagens artísticas no palco principal. Em algumas cidades, blocos de carnaval farão desfiles para atrair o público das ruas próximas para o palco externo do evento; em outras, a programação do dia começará com set lists preparadas especialmente por DJs para esquentar o público”, disse o secretário de Estado da Cultura, José Luiz Penna.

Sobre Daniela Mercury

São dezenove CDs e sete DVDs gravados em mais de trinta anos de carreira. Daniela Mercuri de Almeida Verçosa é hoje uma das cantoras brasileiras mais conhecidas e respeitadas fora do país. São 23 turnês internacionais.

Vencedora de um Grammy Latino, por seu álbum Balé Mulato, ganhou outros seis Prêmios TIM de Música, um prêmio pela APCA, três prêmios Multishow e dois prêmios pelo VMB, de melhor videoclipe e fotografia. Apaixonada pela música, a cantora e também compositora Daniela Mercury faz questão de participar de todos os arranjos de suas gravações, pesquisar timbres e valorizar o conceito de cada trabalho com suas referências de cultura brasileira e de influência afro que traz como raiz.

O ritmo do samba-reggae criado por Neguinho do Samba, o pai do Olodum, ganhou voz e reverberação na voz de Daniela. E é essa influência que ela persegue e que persegue ela em todas as nuances de suas criações. A percussão tem papel fundamental e é a base de toda a obra de Daniela Mercury. Mas a principal marca dela é mesmo a criatividade, a capacidade de se recriar, de se reinventar e de inovar com ousadia e extrema coragem. Daniela foi a primeira cantora de trio elétrico a trazer a música eletrônica para o carnaval da Bahia.

Foi também a primeira colocar um piano de cauda em cima do trio elétrico, foi quem fez uma ópera durante o carnaval e que desfilou com uma orquestra durante a folia de momo. No carnaval de 2015 teve a ousadia de fazer um manifesto pelas artes brasileiras. Milhares de pessoas viram o surgimento da RAINHA MÁ e a morte fictícia da Rainha do Axé. Daniela entrou em um caixão e deixou em silêncio o carnaval. Ela matou as artes e clamou pela valorização da nossa cultura. Daniela não teme em inovar, ela vive da mistura, das quebras de padrão, e por isso também ganhou o título de “Rainha da Axé Music”.

A programação da Virada também ganha reforço com atrações do SESC-SP nos municípios onde mantém unidades.

Histórico da Virada Cultural

Criada em 2007 pelo Governo do Estado de São Paulo, a Virada Cultural Paulista tornou-se o mais relevante evento cultural do interior e litoral paulistas, com a proposta de promover um grande festival gratuito e simultâneo em cidades de médio e grande porte. Desde o princípio, a Virada tem buscado proporcionar ao público o acesso às melhores produções artísticas do País, nas mais variadas linguagens: música, dança, circo, artes cênicas, arte para crianças, dentre outras.

No ano passado, a Virada aconteceu em 23 cidades, com a presença de mais de 900 mil pessoas. Em breve, serão divulgadas mais informações sobre horários e locais dos shows, além de outras atrações.

Mais pelo Vivendo Bauru.