Curta a programação completa do 6º FACE em Bauru

Estamos vivendo a 6º FACE em Bauru – Festival de Artes Cênicas que acontece com uma variedade de espetáculos e oficinas e todas as atividades são gratuitas

Tudo é possível, de resgatar a memória ao ter sua atuação no coletivo. Essa é a temática, “Lugar Memória”, que chega em sua sexta edição do Festival de Artes Cênicas (Face), que percorrerá espaços de Bauru até o dia 28 de outubro com uma variedade de atividades culturais, sob patrocínio da Caixa Econômica Federal e o governo federal.
“Os lugares memória são, antes de mais nada, restos de existência, vivos, transformados e pulsantes na criação. Estes lugares resgatam o ser, sua essência individual e sua atuação no coletivo”, ressalta a diretora do festival, Andressa Francelino.

O festival engloba não só teatro, mas dança, circo, através de apresentações e atividades de formação, com espaço para bate-papo após os espetáculos com a presença do mediador Aguinaldo Moreira de Souza.

São grupos de vários estados brasileiros, e também internacionais aqui presentes. “Neste ano teremos atores, bailarinos e músicos da Universidade de Ciência e Tecnologia Huazhong, da província de Hubei (China), que trazem o palco muito da cultura tradicional chinesa”, destaca Andressa. Outros destaques também ficam para o espetáculo com a famosa companhia Ballet Stagium, de São Paulo, numa apresentação marcante de 46 anos. O grupo Coletivo Negro, também da capital, traz um espetáculo sobre a periferia negra. A peça é também tributária ao legado dos Racionais Mc’s.

Os realizadores do 6º Face são o Protótipo Tópico, a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Cultura, a Sociedade Amigos da Cultura (SAC). Coorealização: Tusp Bauru, SESC Bauru, Unesp – FAAC e Instituto Confúcio. A direção geral é de Andressa Francelino, direção artística de Fábio Valério e coordenação de Lidiane Marques.

Confira a programação a seguir:

Dia 16/10
Espetáculo: Circo de dois
Grupo: Cia Pé de Chinelo
Classificação indicativa: Livre
Local: Praça da Hípica
Horário: 19H
Sinopse: Palhaça Jirda chega com Seu parceiro Bisgoio, para fazer aquele que seria o maior Espetáculo de todos os tempos, ela se apresenta e convoca o público. O que era pra ser a consagração dessa dupla se torna um grande fiasco em meio a números de grande periculosidade, malabarismo e muita música, tudo vai por água abaixo.

Dia 16/10
Oficina: Estando Palhaço
Horário: 14 às 17h
Local: Casa de Cultura Celina Neves
Sinopse: A oficina consiste em um mergulho no universo do palhaço possibilitando que os participantes individualmente possam entrar em contato permitindo o jogo da relação com o mundo, objetos, pessoas e público. Um verdadeiro despertar do corpo, emoções, sentimentos e um fortalecimento do acreditar em si.
Indicação: Interessados em geral.
Classificação: A partir de 16 anos.

Dia 18/10
Oficina: A dança contemporânea como linguagem teatral – processo criativo do espetáculo “Berlim: dois corpos à procura”.
Horário: 14h às 17h
Local: Sesc Bauru
Quantidade de vagas: 25 vagas
Príncipios básicos da exploração das potencialidades do corpo do artista, com base na pesquisa realizada na criação do espetáculo

Dia 18/10
Espetáculo: Berlim: dois corpos a procura
LOCAL: Espaço Protótipo
Horário: 20H
Grupo: Karma Cia. de teatro – Itajaí/SC
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: Dois corpos à procura de um lugar. Na busca pela felicidade sufocada por entre muros, paredes que aprisionam ou ruas de Berlim. Dois corpos à procura de aceitação. Viver a tragédia diária de ser o que é. Falar, gritar. Fugir. Dois corpos desejados. Dois corpos desejantes. Chegar em Berlim e dançar o inevitável jeito de ser. O que você quer de Berlim?

Dia 19/10
Oficina: Corpo Anfíbio
Local: Casa de Cultura Celina Neves
Horário: 14 às 17h
A partir de movimentos práticos, os alunos farão um aquecimento corporal e práticas de jogos baseados em técnicas da Dança Contemporânea, que foram utilizados para a elaboração dos movimentos e estrutura do espetáculo “O diário de Genet” (2013).
Perfil dos interessados: dançarinos, bailarinos, atores, estudantes de Artes.
Ministrante: Duda Woyda (ator/dançarino/performer/produtor)

Dia 19/10
Espetáculo: “O outro lado de todas as coisas”
Grupo Ateliê voador Companhia de Teatro
Local: Espaço Protótipo
Horário: 20H
Salvador/BA
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: O outro lado de todas as coisas é uma autoficção com dramaturgia de Djalma Thürler, e atuação de Duda Woyda. Com uma “dramaturgia de segunda mão”, como define o autor, surge de um encontro, de uma conjugação de ideias e coisas, gestos, sons, cores, movimentos outros: Foucault, Caio F. e Thürler. A peça conta um pouco mais de Duda W. e Caio F., numa narrativa sensível e pessoal, que fere e seduz, é violenta, cortante.

Dia 20/10
Espetáculo: Abismados
Grupo: Protótipo Tópico
Bauru-SP
Classificação indicativa: 14 anos
Local: Museu de Imagem e Som – MIS Bauru
Horário: 20h
Sinopse: Absmados em sei lá o quê. Um fluxo mental atemporal, um feroz ataque ao cotidiano, o que acontece no último segundo de lucidez? Na essência do humano contemporâneo, o paspalho inofensivo e cheio de vícios mergulhado em suas realidades interiores a iminência da destruição e a eterna sina de ressuscitar no terceiro dia, um trabalho para todos que nascem póstumos, uma experiência haurida de nossas solidões.

Dia 21/10
Oficina: Construção dramaturgica a partir da relação do ator com o lugar memória
Horário: 10h às 13h
Local: Jardim Botânico
O foco desta oficina é transmitir as perspectivas de criação e as possibilidades imagéticas, poéticas e políticas do lugar de memória adotadas e estudadas ao longo dos últimos anos pelo grupo Protótipo Tópico. Princípios como, processo transartístico, lugar memória, dramaturgia da lembrança e ambiências cênicas serão abordados através da vivência provocativa e de estímulos criativos para elaboração de uma dramaturgia pessoal.

Dia 21/10
Oficina: O coletivo documental: narrativas do feminino
Local: CEU das Artes
Horário: 14h às 17h
A oficina “O coletivo documental: narrativas do feminino” é baseada na linha de pesquisa desenvolvida pelo grupo Okearô Teatro na construção do espetáculo “Gineceu ou Cenas de uma mulher qualquer”. Nela, @s participantes serão convidad@s a compartilharem suas memórias e vivências para a partir delas construírem atravessamentos cênicos pelo corpo e pela palavra.

Dia 21/10
Espetáculo: Gineceu ou cenas de uma mulher qualquer
Grupo: Okearô Teatro
Rio de Janeiro/RJ
Classificação indicativa: 16 anos
Local: Espaço Protótipo
Horário: 21h

Dia 22/10
Espetáculo: O papagaio real e a esposa do Condor
Grupo: Cristiane Velasco
São Paulo/SP
Classificação indicativa: livre
Local: Sesc Bauru
Horário: 15H
Era uma vez, no eterno instante de um piscar de olhos… Um papagaio encantado que desemboca nos Andes com a esposa do condor. Um conto tradicional da Bolívia que revela antigos segredos de uma história de amor. Uma história contada “de boca” que faz rir, chorar, arrepiar, acalentar e pertencer.

Dia 23/10
Oficina – Processos criativos da cia bruta de arte
Horário: 14 ÀS 17H
Local: Espaço Protótipo
A Oficina “Processos Criativos da Cia Bruta de Arte” tem como objetivo ampliar as possibilidades de criação de cena e construção do personagem a partir de diferentes dinâmicas vivenciadas nos trabalhos da Companhia. Com foco no trabalho do ator, a oficina mergulha na pesquisa da palavra, nos estudos de partituras vocais e corporais e exercícios de dramaturgia. Serão aplicados jogos de interação, improvisações temáticas e livres, vivências, partituras individuais e coletivas e exercícios de encenação a partir de textos sugeridos, que servirão como estímulos para o desenvolvimento do pesquisador/ator e para a criação das cenas, textos e desenho das personagens.
Público alvo: Atores, dançarinos e estudantes interessados no fazer teatral

Dia 23/10
Espetáculo: Quantos segundos dura uma nuvem de poeira
Grupo: Cia. Bruta de Arte
São Paulo/SP
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos
LOCAL: Teatro Municipal
HORÁRIO: 20H
Um terremoto abre uma fenda na terra e divide um país em vários lados. Então, um grupo de amigos que não se vê a dez anos vai para Galápagos, onde Darwin iniciou seus estudos sobre a teoria da espécies. Ao observarem os animais, traçam um paralelo com as suas frágeis relações e percebem que estão deixando algo importante ser esquecido: o afeto.

Dia 24/10
Espetáculo: Aquarela da China
Grupo: Universidade de Ciência e Tecnologia Huazhong
Província de Hubei – China
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: Livre
LOCAL: Teatro Municipal de Bauru
HORÁRIO: 20H

Dia 25/10
Espetáculo: Tropicália – bananas ao vento
Grupo: Cia Estável de Dança – Bauru
Classificação indicativa: Livre
Local: Teatro municipal
Horário: 20h
“Tropicália Bananas ao Vento”, musical que conta por meio de músicas, textos e dança o que foi o Movimento Tropicalista. O movimento surgiu em 1967 e foi liderado por Caetano, Gil, Tom Zé, Capinan e Torquato Neto. O Musical estreio em 1991 com o Grupo de Teatro Azeite de Mamona e volta aos palcos com a Companhia Estável de Dança de Bauru. Ano que se comemora 50 anos do Movimento que mudou os rumos da MPB.

Dia 26/10
Espetáculo Ballet Stagium 46 anos: Memória e Preludiano
Com Ballet Stagium -São Paulo
20h – Teatro Municipal
Livre
Memória é um trabalho de resgate da produção artística do Stagium, tomando como fio condutor o sistema coringa, os bailarinos se transportam para algumas das propostas da companhia exploradas desde a sua fundação em 1971 até o espetáculo mais recente Preludiando, de 2016. Esta última obra é mais do que uma coreografia, é uma tomada de posição, e a prioridade está nos bailarinos e nos movimentos que eles desenham no espaço com força e empenho.

Dia 27/10
Espetáculo: Farinha com acúçar ou sobre a sustança de meninos e homens
Grupo: Coletivo Negro
Classificação indicativa: 16 ANOS
São Paulo
Local: Teatro Municipal
Horário: 20h
Sinopse: A obra busca uma relação íntima com o público por meio da palavra falada e cantada e, para isso, utiliza-se da construção poética da presença cênica. Paisagens sonoras e imagéticas se materializam por meio do ato de contar, expor, refletir e dialetizar a experiência de ser negro na urbanidade. A peça é também tributária ao legado dos Racionais Mc’s.

Dia 28/10
Espetáculo: Ao som dos tambores japoneses
GRUPO: Muguenkyo Bauru Wadaiko
Bauru-SP
Local: Praça da paz
Horário: 19h
Atletas representantes de artes marciais de Bauru realizam uma apresentação de movimentos e técnicas ao som dos instrumentos de percussão do Taiko, arte musical com origem no folclore japonês.

Dia 28/10
Noite da Tropicália
Cabaret especial de encerramento do 6º FACE – Bauru
Local: Espaço Protótipo
Horário: 22h
A Noite da Tropicália compreende um espetáculo de variedades, em que cenas, em formato de esquetes, sucedem-se compondo um só todo. As cenas são interpretadas por artistas solo, duplas ou grupos, representantes das mais diversas formas de expressão cênica – artes circenses, dança, teatro, música e performances.

As informações são da assessoria do FACE. Para saber mais, acesse: www.facebook.com/FACE.Bauru

Serviço
Todas as atividades são gratuitas e os ingressos podem ser retirados uma hora antes nos locais dos espetáculos. As oficinas terão inscrição online pelo site facebauru.art.br. Informações: (14) 3100-0900