inscrever e-mail: Posts | Comentários

Bauru Tênis Clube – BTC

0 comentários
Bauru Tênis Clube – BTC

O Bauru Tênis Clube sempre foi considerado um dos mais tradicionais, completos e atraentes clubes do país. Chegou a oferecer aos associados três complexos que eram compostos pela sede social, imponente, o clube de campo e a sede náutica.

Destacou-se por anos, pelos títulos conquistados através do tênis. O jornalista Luciano Dias Pires escreveu um artigo sobre a história do tênis bauruense.

“A história do tênis bauruense é formada por uma série de capítulos engrandecidos pela dedicação de muita gente que, desde os primeiros tempos do Bauru Tênis Clube, não mediu esforços, não apenas pela solidificação da entidade, mas com inestimáveis incentivos à prática daquele esporte.

Kazurio Íris, na época secretário do consulado japonês em nossa cidade e outros companheiros, construíram na rua Virgílio Malta, esquina com a 15 de Novembro, em 1924, a primeira quadra de tênis.

Aos poucos, o entusiasmo em torno do elegante esporte foi contagiando os bauruenses e em curto espaço de tempo a nossa cidade já possuía tenistas de realce. Foi conseguido, junto ao então prefeito José Gomes Duarte, por empréstimo, um terreno localizado à rua Antônio Alves, confluência com a 7 de Setembro, onde foram construídas duas quadras.

Assim, com boa parcela de bauruenses participando ativamente do treinamento, no dia 21 de outubro de 1926 aconteceu a estréia do BTC em jogos intermunicipais. Foi na cidade de Araraquara, contra o Tênis Clube. Nossos tenistas, naquela ocasião, com bela vitória por 3 a 2 deram início a uma seqüência de grandes conquistas. Os heróis da jornada foram Rufino de Almeida, K.F.Morrisay, Leão de Castro, Walter Zucchi, Fritz Gutt e Kurukawa.

Nos anos 30, dando continuidade ao excelente desempenho dos nossos tenistas, Bauru chegou ao vice-campeonato do Interior, isto em 1936. Campeão em 1937, vice em 1938 e novamente campeão em 1939. Nessas conquistas despontaram Gabriel Rabello de Andrade, Waldemar Ferreira, Arildo Soares, Walter Zucchi e outros. Portanto, Bauru já ocupava as manchetes dos jornais, no noticiário esportivo sobre o tênis.

Nos primeiros anos da década de 40, na “fábrica do Bauru Tênis Clube”, começavam a surgir novos talentos, agora sob a orientação do incrível José Stockl contratado para treinar as jovens promessas e, ao mesmo tempo, defender Bauru. Nascia assim, um quarteto que por muitos anos foi imbatível. Chamado de Equipe da Primavera, três meninos ainda, comandados por Stockl, não tomavam conhecimento de seus adversários. Eram eles: Roberto Cardoso ( em 1953 integrou a equipe do Brasil na Copa Davis, na Europa ), Luiz Carlos de Barros César ( foi bicampeão mundial universitário na Alemanha em 1953 e na Espanha em 1955 ) e Caio Tasso Pinheiro Brisolla. Todos eles com apenas 15 anos de idade.

Em 1943, quando da realização dos Jogos Abertos em Sorocaba, novamente Bauru se destacou com vitórias maiúsculas. A Equipe da Primavera derrotou seguidamente Rio Claro, Campinas e Sorocaba. A final seria frente a Santos. E Bauru triunfou por 3 a 2.

Santos não se conformou com aquele feito dos bauruenses. Passados alguns dias, os dirigentes santistas enviaram um ofício ao BTC, pedindo uma revanche, porém em Santos. Bauru lá compareceu, e novamente triunfou por 3 a 2. Era a consagração da Equipe da Primavera que tantas láureas alcançou para Bauru esportiva.

Na categoria feminina, o tênis praticado na Sem Limites contou também com nomes que alcançaram projeção, a exemplo de Clélia Teixeira, Nair Zulian Coimbra, Wilma Zulian Cardoso. A presença da mulher bauruense no tênis, culminou com a inesquecível conquista de Cláudia Faillace, na Venezuela, em 1979, quando sagrou-se campeã mundial infantil.

Com a mudança de José Stockl para Curitiba, foi aberta uma lacuna no Bauru Tênis Clube, principalmente no que diz respeito ao treinamento dos jovens. Na época, o diretor de tênis do BTC, Dahyl Guimarães, esportista que muitas vezes defendeu o clube em diferentes torneios, sabendo das qualidades técnicas de Cláudio Sacomandi que estava radicado em Marília, procedente de São Paulo, o contratou. Foi um casamento perfeito, entre o BTC e Sacomandi, o qual deu continuidade ao trabalho de Stockl, revelando, com seus conhecimentos e vasta experiência nomes que viriam conquistar novos triunfos para Bauru, a exemplo dos seus próprios filhos, dos irmãos Segalla, Laurecy Fernandes, Suzy Cury, Martha Cury, as irmãs Cecília e Regina Joaquim, Roger Guedes, Júlio Góes, e posteriormente, Cláudia Faillace, ganhadora do título mundial na categoria infantil, na Venezuela, em 1979.

Além de treinador, como jogador Cláudio Sacomandi alcançou vitórias inesquecíveis, principalmente ao lado de Roberto Cardoso, com o qual formou uma dupla que venceu seguidamente importantes torneios, principalmente quando passaram à categoria de veteranos, inclusive em jogos realizados no exterior.”

BTC – fase do glamour

O BTC foi, por anos, palco de eventos de extrema beleza e encontro da sociedade que se esmerava para eventos de muita classe. Eram os bailes de debutantes, bailes de aniversários, carnaval e rico calendário voltado ao social que os frequentadores tanto aprovavam.

Sócios com familiares faziam do BTC o ponto de encontro e o clube era extrensão de seus lares.

Hoje, sem a sede central, que era a marca registrada do BTC, não há mais o espaço para as festas memoráveis que fizeram do clube o mais famoso do interior do Estado quanto ao aspecto glamoroso.

O BTC contempla uma sede chamada de campo, em local privilegiado, onde a diretoria pretende construir um local para eventos sociais. Espera-se que o equipamento possa estar à altura da sede social e pomover festas como nos bons tempos, que marcou na história da cidade.

O futebol é hoje o esporte mais prioritário no clube e no belo campo instalado no clube de campo reúnem-se associados de todas as idades.

Aqui vemos um momento:

Sócios do BTC contam ainda com o Clube Náutico, que se transforma em verdadeiro balneário à beira do Rio Tietê, com centenas de barcos de todos os tamanhos lá ancorados. Destaque á beleza proporcionada pelos veleiros que dão um espetáculo à parte quanto ao visual.

Aqui vemos um momento:

Saiba mais em www.btc.com.br

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Fatal error: Maximum execution time of 5 seconds exceeded in /var/sites/vivendobauru.com.br/html/wp-content/plugins/web-security-tools/phpwebsectools/lib/scan.php on line 12