Pelo nono ano consecutivo, a cidade de Bauru vai participar da “Hora do Planeta”! A ação vai acontecer no próximo sábado (25), entre 20h30 e 21h30, dentro da nona participação consecutiv. Foto: Nikolas Abiuzzi.

Segundo a prefeitura, além das casas e moradores que deverão participar, as luzes também serão apagadas no Parque Vitória Régia, Praças Rui Barbosa e Cerejeiras. Em 2016, o movimento chegou a 178 países e territórios, a mais de 9000 cidades e vilas.

Hora do planeta

A Hora do Planeta (ou Earth Hour) é um movimento anti-aquecimento global da ONG WWF para mobilizar a sociedade em torno da luta contra o aquecimento global, realizada desde 2007. Em um período de 60 minutos (correspondente a 1 hora) do último sábado de março de cada ano, governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a apagar as luzes para demonstrar sua preocupação com o aquecimento global.

No primeiro ano, apenas a cidade de Sydney (Austrália) participou. Já em 2008, o movimento contou com a participação de 50 milhões de pessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se as luzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e da Opera House, em Sydney, entre outros ícones mundiais. Já em 2009 foram 3922 cidades em 88 países do globo.

Earth Hour 2007

Sydney, Austrália durante a edição de 2007.

A primeira edição do movimento ocorreu em 31 de março de 2007 , das 19:30 as 20:30 do horário local, e apenas a cidade de Sydney, na Austrália, participou deixando por uma hora as luzes apagadas.

Redução do uso de eletricidade 

De acordo com a EnergyAustralia, uma empresa de eletricidade local, o consumo de electricidade durante o evento de 2007 em Sydney foi 2% inferior durante as horas do que poderia ser esperado dado o tempo, condições meteorológicas e passado padrões de consumo de quatro anos. O Herald Sun comparou essa quantidade como “tendo 48,613 carros a menos na estrada por 1 hora”. Vários críticos, sendo o mais notável o colunista Andrew Bolt falou do evento como “um corte pequeno é trivial – igual ao tendo seis automóveis desligados por um ano”. No contexto, os seis carros equivale a existência de seis menos carros na estrada em qualquer ponto determinado de tempo (de dia ou de noite). Em resposta a esta crítica, os organizadores do evento contaram que “se a redução do efeito estufa alcançada no centro da cidade de Sydney durante uma hora for sustentada por um ano, seria equivalente a desligar 48.616 carros por um ano” e eles também observam que o maior objetivo da Earth Hour é criar consciência dos problemas da mudança do clima e “expressar essa ação individual em uma escala maciça pode ajudar a mudar nosso planeta para melhor.” e não sobre as reduções no uso da energia durante a hora.

Earth Hour