Bauru Shopping abre exposição sobre Revolução de 32

Até 12 de junho, o Bauru Shopping recebe mostra para homenagear o início da Revolução Constitucionalista de 1932. A exposição, organizada pelo projeto Acervo da Polícia Militar, tem o objetivo de relembrar o importante marco histórico.

“Os visitantes poderão obter mais informações sobre o período da revolução, conhecer fardas e armamentos utilizados pela Polícia Militar e Forças Armadas”, afirma Jorge Santos, diretor do projeto.

A exposição é gratuita e acontece no segundo piso do Bauru Shopping, no novo corredor ao lado da joalheria Exótica. No local, o público terá acesso a grande parte do acervo, que conta com mais de mil peças, como capacetes, quepes, uniformes, insígnias, medalhas, documentos, livros e fotografias. O horário para visitação é de segunda a sábado, das 10 às 22 horas e aos domingos, das 14 às 20 horas.

História

Em 23 de maio de 1932, os estudantes Mário Martins de Almeida, Euclides Bueno Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Américo Camargo de Andrade foram mortos a tiros em uma manifestação, em São Paulo, contra a ditadura. Os assassinatos foram um dos estopins para a Revolução Constitucionalista, datada em 9 de julho daquele mesmo ano.

Mais pelo Vivendo Bauru.