Bauru é a 13ª cidade mais pesquisada em site de Turismo

Ranking divulgado no início deste mês pelo site de turismo Trivago, apontou a cidade de Bauru como a 13ª entre os destinos que mais cresceram nas buscas do site pelos usuários brasileiros nos últimos dois anos. O levantamento tem como objetivo apontar os 24 destinos que são tendência para o ano de 2017.

Foto que ilustra a mat[eria no site trivago.com.br – Foto: Kenoa Resort, Barra de São Miguel Crédito: Rogério MaranhãoAlém de Bauru, mais oito destinos paulistas integram o ranking, que é liderado pela cidade alagoana Barra de São Miguel e conta ainda com três destinos internacionais. A lista completa do site Trivago está disponível no link http://company.trivago.com.br/press-release/trivago-aponta-24-destinos-tendencia-2017/. 

Foto de divulgação da Prefeitura MunicipalA Secretária de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda (Sedecon), Aline Prado Fogolin, ressalta algumas características que contribuem para o potencial turístico de Bauru. “A cidade é um polo universitário, o que contribui para a procura devido aos inúmeros eventos educacionais e profissionais. Também realiza diversos eventos equestres, sediando frequentemente campeonatos de nível nacional. Além da localização geográfica privilegiada, no centro do Estado, aliada a boa rede hoteleira e de alimentação, recepcionando, muitas vezes, o público de eventos regionais.”

A Sedecon realiza desde o início deste ano a Pesquisa de Demanda Turística, que consiste em conhecer o perfil do turista que visita Bauru, além de receber as demandas do setor. Essa pesquisa faz parte do processo para que o município obtenha a classificação de Município de Interesse Turístico junto ao Governo Estadual.

Com os resultados da pesquisa, a Sedecon pretende identificar hábitos, motivações, gastos e avaliações dos turistas quanto à estrutura do município, além de suas expectativas, visando orientar ações adequadas de planejamento da atividade turística e por fim, reformular o Plano Diretor Turístico do Município que posteriormente será instituído por lei.

Saiba mais a respeito em goo.gl/tJFdkA

Mais pelo Vivendo Bauru.