Atleta da ABDA disputa Sul-Americano de Atletismo

Nos dias 3 e 4 de junho, o atleta da Associação Bauruense de Desportos Aquáticos (ABDA) Cleverson da Silva Pereira Junior disputará em Georgetown, na Guiana, o Campeonato Sul-Americano sub-20 representando a Seleção Brasileira de Atletismo.

O atleta foi convocado pela Confederação Brasileira de Atletismo para disputar o Sul-Americano após conquistar o título brasileiro dos 400m na categoria sub-20 com o tempo de 47seg73 e busca mais uma conquista internacional.

“Quero tentar buscar a final nos 400m e brigar para conquistar a medalha de ouro, espero fazer minha melhor marca. Vou buscar medalhas nos 200m rasos e nos dois revezamentos, 4x100m e 4x400m. Eu espero voltar muito feliz para o Brasil, com a sensação de ter conquistado meus objetivos e metas, mas quero fazer cada tiro com tranquilidade, sem pressão, apenas correr como estou fazendo aos treinos”, ressaltou o atleta.

Cleverson foi Campeão Mundial Escolar na Turquia na prova dos 400m, na Turquia, também se destacou no Campeonato Sul-Americano sub-18 na Argentina, onde conquistou o ouro, a prata e o bronze. O velocista teve uma grande evolução no ano de 2017, melhorando as suas marcas e neste campeonato vai em busca de mais medalhas, buscando representar bem o Brasil.

Junior completará 18 anos no dia 03 de junho (sábado) durante a competição e neste dia participará da semifinal dos 400m rasos às 10h15. Se for classificado, competirá na final no período da tarde, às 17h. O atleta também participará dos 200m rasos no dia 04 (domingo), que também será disputada em semifinal, às 8h15, e a final às 11h15.

Além das provas individuais, tem a possibilidade do atleta disputar os revezamentos 4x100m e 4x400m, que serão as últimas provas da competição e que definirão qual país conquistará o titulo do campeonato.

“A preparação foi bem feita, dentro do planejamento, a nossa expectativa é de que Cleverson consiga realizar uma excelente competição, melhorando suas marcas e conquistando o objetivo principal que é a medalha de ouro. O atleta já tem a estratégia bem definida, pois será uma competição bem desgastante devido a possibilidade de realizar várias provas com semifinais e finais, então é muito importante que consiga fazer boas semifinais para se classificar e nas finais ter o seu melhor rendimento para brigar por medalhas”, afirmou Neto Gonçalves, técnico da ABDA.

A competição será realizada pela Confederação Sul-Americana de Atletismo.

A ABDA conta com o auxílio de seus parceiros: Zopone Engenharia e Comércio LTDA., Z-Incorporações, Pernambucanas, BNP Paribas, Lei de Incentivo ao Esporte, Ministério do Esporte, Grupo Multicobra, Semel e BTC.

Mais pelo Vivendo Bauru.