A importância da Grand Expo ao agronegócio

Enquanto a população de um modo geral curte todas as atrações colocadas à disposição, quer pelo parque, como pela praça de alimentação, shows e outras, no Recinto Mello Moraes, nos dias da Grande Expo acontece a exposição técnica, voltada a criadores de diversas raças, empresários do agronegócio e mesmo interessados pelas mais diversas razões.

Enielson Luz de Carvalho viajou mais de 2.700 quilômetros para participar da exposição agropecuária de Bauru. Ele reside em Belém, no Estado do Pará, mas como é do ramo, interessado no agronegócio, não quis perder a oportunidade de participar desta que é uma das principais feiras do País. Ele e muitos outros, que não abrem mão do evento realizado em Bauru há mais de 45 anos.

A maior feira agropecuária da região segue até o próximo dia 13 de agosto, com muitas atrações, incluindo grandes shows (confira mais abaixo). Ao mesmo tempo em que, no local, acontecem exposições de animais, entre bovinos, caprinos, suínos e equinos. Os animais entram em pista para as avaliações, com análise por técnicos especializados (cada um em cada raças), onde se dão os julgamentos, levando aspectos de adequação morfológica de cada raça. Daí a pontuação e maior valorização dos animais sujeitos ao julgamento em pista.

Criadores e expositores de todo o País expõem seus animais na 44.ª Grand Expo Bauru

Este ano a exposição reúne gados das raças nelore, guzerá e jersey, além de cavalos de diversas raças, como mangalarga, appaloosa, quarto de milha e paint horse, que participam de julgamentos durante a feira.

Uma das grandes atrações da feira realizada pela Associação Rural do Centro Oeste (Arco) é a exposição dos mini horses, que, neste ano, participam de uma etapa do Ranking Nacional 2017 da Associação Brasileira dos Criadores de Mini Horses, realizada durante a Expo Bauru.

Cerca de 70 animais participaram de julgamentos de conformação. “Os mini horses são diferentes dos pôneis. Eles têm algumas características específicas como pelagem, altura – que chega até 90 centímetros – e são muito dóceis”, explica o organizador do evento em Bauru, José Eden Matosinho.

Segundo a associação da raça, a criação não exige grandes espaços e tem baixo custo. Além da resistência, “pelo pequeno porte, eles comem pouco”, explica Matosinho.

A competição realizada na Expo reúne criadores de todo Estado de São Paulo. “É muito importante para os criadores competir em exposições como esta realizada em Bauru porque divulga, ganha prêmios e o animal se destaca”.

Para os julgamentos, os animais são divididos por sexo e idade. Tanto machos quanto fêmeas disputam nas categorias mirim, potro jovem, potro, potro júnior, égua (cavalo) jovem e égua (cavalo) sênior.

Os itens julgados são comparativos de proporcionalidade, como o estado do animal, aprumos, entre outros. A descendência dos animais também conta pontos para a competição. Enquanto os animais não estiverem sendo julgados, eles ficarão expostos nas baias em frente à pista de julgamento para visitação do público.

Os mini horses já estão em exposição no Recinto e costumam atrair muitos visitantes, principalmente as crianças.

Cavalos das raças quarto de milha, appaloosa e paint horse também começam a chegar nesta sexta-feira para participar de uma etapa da Liga Nacional do Cavalo de Conformação (Lincc), realizada no fim de semana da Expo.

BOVINOS

No próximo final de semana terá o julgamento dos bovinos das raças nelore e guzerá. Cerca de 350 animais podem ser vistos pelo público nas baias e na pista de julgamento. O evento é promovido pela Associação Paulista dos Criadores de Nelore (APCN).

Além das raças de corte, a exposição também terá cinco exemplares da raça jersey, de gado leiteiro. De acordo com o colaborador da Nelore, Luís Augusto de Camargo, todas essas raças são de elite e os animais trazidos para a Grand Expo são criados exclusivamente para exposições e competições. “A alimentação é diferenciada, eles não ficam em pasto, têm tratamento diferenciado, tudo para evidenciar as características da raça para ir para julgamento”, explica.

A Grand Expo contribui com os criadores que buscam o melhoramento genético dos animais e conseguem observar nas competições se a seleção feita está correta. Além de que o prêmio de campeão valoriza o animal e seu criatório.

A 44.ª Grand Expo Bauru continua até 13 de agosto, no Recinto Mello Moraes, que fica na quadra 36 da avenida Comendador José da Silva Martha. O evento é uma realização da Arco e Prefeitura Municipal de Bauru. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3236-1040.

A seguir os shows programados para hoje (08), até o final do evento.

Nesta terça-feira – 08 de agosto, com entrada fanca

09 de agosto, quarta-feira, com entrada franca.

Quinta-feira, 10 de agosto, com entrada franca. Sexta, 11 de agosto, com cobrança de ingresso na ordem de R$ 30,00 (inteira) e meia entrada a R$ 15,00. Meia entrada a venda somente no escritório da Arco no recinto, venda de 1 convite por pessoa, obrigatória apresentação do CPF e carteirinha.Sábado, dia 12 de agosto com cobrança de bilheteria nas mesmas condições acima.
Ingresso apenas pela doação de um quilo de alimento não perecívelMais pelo Vivendo Bauru.